sábado, 7 de dezembro de 2013

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Lançamento do livro "Salto da Onça, de Vila a Cidade“ do amigo Gélson Luís


O que nos proporciona verificar uma seriedade e veracidade nos fenômenos observados é sem sombra de dúvidas a forma dialética de se enxergar e se viver os acontecimentos do dia a dia, tanto na forma escrita, na falada e também na vivida. Assimilei bem, quanto a dialética, nos meus estudos atuais(de Heráclito a Hegel) na UF.

A forma escrita desafia a tudo e a todos e, os nossos deslizes gramaticais muitas vezes nos prende a uma forma simples e sem muitos rebuscamentos para se escrever sobre algo. Atentando aos leitores a perdoarem alguns desses possíveis deslizes gramaticais. Coisa que um bom revisou gramatical resolveria. Ah! Se a grande professora Liana Lemos estivesse aqui! Porém terei que seguir sozinho sobre as veredas espinhosas do desafio que me pediram que é a de enaltecer o lançamento do livro do nosso grande amigo e poeta Gélson Luís Pessoa.

Já a forma falada e vivida pode e muitas vezes, são expostas em forma escrita. O que me dizem dos ótimos cordéis de Xexéu, que transforma a sua vivência pelas ruas e matas de nossa região, em poesia falada e escrita na forma de cordel. Dizem que as paredes têm ouvidos. Nesse caso todas as paredes de Santo Antônio já ouviu a poesia de Xexéu. Exclusividade do povo de nossa cidade. Aos outros vai no papel mesmo.

Seguindo na mesma linha da poesia popular dos cordéis, surge um novo poeta na nossa cidade, Gélson Luís (filho do saudoso Bil Alfaiate). Lança um livro aos tantos e poucos anos de idade, já à meia idade e isso não importa nem um pouco pois a experiência dos anos vividos e sofridos nos proporciona maiores seguranças, pelas quais, em plena juventude não encontramos. Nossa vida é um grande livro. Uns lançam-no prematuramente, enquanto outros nem se atrevem a lança-lo. Já outros preferem ir aprimorando pouco a pouco com o passar dos dias. Dos anos? Nesse grande intervalo vai limando com esmero, retirando possíveis excessos, acrescentando outras partes que, se tivesse sido lançado na sua juventude, o livro ficaria meio incompleto. Dizem que autores de muitos livros apenas tiveram o trabalho e a paciência de dividir um único livro em vários, enquanto outros lançam uma única obra de uma só vez. O que nos proporciona realmente verificar uma certa seriedade e veracidade nos fenômenos observados, como enfatizei logo no início desse texto. 

O seu livro, pelo que sei, tem o seu ponto forte na biografia de ilustres santoantonienses. Os filhos da terra retratados por particularidades e divididos em categorias. Alguns podem chegar até a dizer: faltou alguém, colocou alguém que não merecia. Coisas que acontecem na normalidade humana. Afinal ninguém agradará a todos. Nunca!

Certo dia o também poeta Ewerton Lemos assimilou a dupla Xexéu e Gélson às figuras de Dom Quixote e Sancho Pança e eu, no momento, fiz um breve comentário muito aplaudido pelos leitores quando disse que:
“Dom Quixote é sonho, é fantasia, Sancho é realista.  Sancho Pança, aos poucos, vai aceitando os "delírios" do cavaleiro de quem é o fiel escudeiro. Finalmente, não se pode pensar em Dom Quixote, sem ter junto o notável e comilão Sancho Pança”. (Autor desconhecido)

Há nessa comparação, de fato, certa semelhança com a dupla de nossa região. Porém ao idealismo de ambas as duplas as diferenças são muitas. E tem mais: qual é o gordo, qual é o magro; quem seria idealista dos dois, qual seria o realista. Uma coisa eu sei, são poetas e isso já bastaria. E como todos os poetas, nós vivemos de sonhos e ilusões. Idealismo, fantasia que nos faz um bem danado. Faz desabrochar os nossos mais íntimos e sinceros sentimentos.

Não pegaremos em nossa poesia o esquálido cavalo(Rocinante) de Dom quixote nem a bestinha medonha de Sancho. Para eleva-la às alturas tomaremos se possível, de um tremendo supersônico e transformaremos a nossa ideal poesia em abanos saborosos.

Enfim, fica então o convite a todos os santoantonienses e vizinhanças e também aos amantes da poesia, afinal não é todo dia que temos um evento de tamanha envergadura intelectual em nossa cidade. Que venha o lançamento e que apareça, com isso, novos grandes poetas e escritores e só assim elevaremos o nosso município a patamares culturais nunca antes vistos no nosso querido município.

Por: Claudianor D. Bento




Gélson Luís(a direita) ao lado do também poeta Xexéu

Convido a todos para o lançamento do meu livro "Salto da Onça, de Vila a Cidade“. Durante o lançamento haverá apresentação musical de Marlon Alexandre voz e violão, do humorista “Seu Dedé”, do Sanfoneiro João Alves de Almeida com o seu Grupo "Forró Apimentado" e vários artistas Santoantonienses. Sonorização MHVI Produções e Eventos, Som e Iluminação (Marcelo Henrique e Viviane).

Local: Terminal Turístico Pedra da Onça em Santo Antônio
Data: 15 de fevereiro de 2014
Hora: 19 horas

Conto a presença de todos!
Gélson Luís Pessoa

Promessa quebrada: Câmara retira da pauta projeto que altera piso do magistério

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou nesta quarta-feira, 4 de dezembro, que vai tirar da pauta de votações a proposta que altera o reajuste do piso salarial do magistério (PL 3776/08). O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, lamenta a decisão e alerta para os impactos financeiros que poderão ser causados pela não alteração do critério de reajuste do piso nacional dos professores.

No dia 12 novembro – durante mobilização promovida pela CNM que reuniu centenas de gestores municipais em Brasília –, Alves havia se comprometido a dar prioridade à análise da proposta. Ele afirmou que, destrancada a pauta após a votação do Marco Civil da Internet, a matéria seria a primeira a ser colocada em análise pelo Plenário da Casa. “O primeiro projeto colocado em pauta será esse recurso”, afirmou o parlamentar na oportunidade. Alves voltou atrás da decisão após reunião com dirigentes da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam).

Ziulkoski vem destacando que a entidade e os gestores municipais não são contrários à valorização da categoria. “Nós defendemos um piso. Professores têm que ser bem remunerados. Ninguém é contra”. No entanto, ele ressalta que a medida deve ser feita de forma a tornar viável a execução da mesma. “Não tem como nós pagarmos esse valor. Ou então o governo diga onde está o dinheiro para pagar”, disse.

PL 3776/08
O projeto prevê a atualização anual do piso salarial nacional dos professores da rede pública de ensino básico pela variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos últimos 12 meses. O texto altera a lei do piso do magistério (Lei 11.738/08). Atualmente, o reajuste é feito com base em percentuais definidos na lei que regulamentou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Descumprimento da Lei

Levantamento divulgado em agosto mostrou que 11 capitais brasileiras não oferecem aos professores da rede pública o tempo livre de 1/3 do período de trabalho fora das aulas. Esse descumprimento é alertado por Ziulkoski desde a sanção da Lei 11.738, em 2008. De acordo com a pesquisa, 12 das 27 capitais não atendem o que está determinado na legislação. Para Ziulkoski, o descumprimento abrange todos os Municípios, sem exceção, por conta de outras obrigações pertinentes às prefeituras, como, por exemplo, o pagamento do salário dos aposentados.

Tramitação

O projeto de lei do Executivo foi aprovado pela Câmara em dezembro de 2009, mas sofreu alterações no Senado. Na nova análise dos deputados, o substitutivo dos senadores recebeu pareceres divergentes nas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público (favorável) e de Finanças e Tributação (contrário), aumentando a polêmica em torno da matéria.

Mobilização

Na próxima terça-feira, dia 10, os prefeitos se reunião mais uma vez em Brasília sob a liderança da CNM para mobilizar os gestores públicos e a sociedade acerca da atual crise financeira vivenciado pelos Municípios. A Confederação destaca a importância de todos os gestores se mobilizarem, entrando em contato com os parlamentares das bancadas dos seus Estados, promovendo ações em seus Municípios, e participando do evento para alertar sobre esse cenário.


Além da votação do projeto que trata do piso do magistério, a entidade vai buscar o aumento em 2% no Fundo de Participação de Municípios (FPM); a retirada do projeto que estabelece piso salarial para agentes comunitários de saúde; e a confirmação do Supremo Tribunal Federal a respeito dos royalties do petróleo.


Veja aqui mais informações sobre a mobilização Alerta Municípios do Brasil!Sem recursos, os Municípios irão parar.

Fonte: CNM

Ex-vereador de Santo Antônio/RN não gosta de comentário no Facebook

Ex-vereador de Santo Antônio/RN não gosta de comentário crítico, no Facebook, sobre referentes alianças ao prefeito Lula.
Uma simples crítica postada no Facebook  gerou uma pequena e evitável confusão na pequena cidade de Santo Antônio/RN.
O atrito começou depois que postei uma crítica a respeito de novas adesões ao sistema da situação que apoia o prefeito Lula, nas redes sociais. Apenas demostrando situações passadas quando, em outras gestões, alguns dos que passaram para a bancada do atual prefeito, antes também foram para apoiar prefeitos anteriores e ao contrário do que se pensava, ao invés de vencerem as eleições futuras, perderam.  A crítica não agradou nenhum pouco ao ex-vereador Dedé Camilo, que inclusive se mostra ser muito religioso na localidade, que após trocar ofensas rancorosas e irônicas demonstrou resquícios de um certo descontrole emocional.

Em um país democrático não se pode nem se expressar demostrando a sua opinião a respeito de um acontecimento de muita importância para o nosso município, que logo aparece alguém, e não sei por qual motivo (pois não foi citado nomes de ninguém), mostrando as recônditas e retráteis garras ao ponto de lhe esganar em palavras. Homem público, às vezes, precisa se conter em suas atitudes. Atitudes essas, surpreendentes. Afinal o comentário sublime e democrático não poderia de forma alguma causar atitudes desse tipo em quem quer que seja. Logo ele que é homem de respeito em nossa cidade.

Veja a que ponto chegamos! Não sei por qual interesse alguém de repente age dessa maneira e sem mesmo ser citado(repito) o nome de ninguém.

O motivo foi simplesmente esse, abaixo, e mostra, em pequeno quadro do facebbok, o estampido repentino de um  “cidadão civilizado”.

A publicação feita no facebook nem sequer mencionou nomes - repito - tinha a seguinte descrição em imagem que segue logo abaixo:

Clik para ampliar




Instantes após o material ser publicado nas redes sociais, ao verem as farpas do ex-vereador direcionadas a mim, dezenas de pessoas começaram a comentar e a me enviar E-mail em nota de apoio, pois o comentário não tinha nada de anormal nem de mentiroso, pois um passado recente mostra que tenho toda a razão e, como dizia o grande poeta: “se alguém provar que estou mentindo eu tiro o meu chapéu”.
Dizem que, devido a situação momentânea, se intensificou, de fato, o clima de disputa entre os grupos políticos da cidade. Porém como o próprio ex-vereador relata com ares superiores, não sou liderança alguma e sim um simples eleitor e que não pretendia de forma alguma criticar a pessoa do ex-vereador, queria apenas expressar uma opinião que não é só minha, e sim de uma grande parcela de pessoas de nossa cidade. E o que há de mal nisso?


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Anticoncepcional para homens: Cientistas estão mais perto de chegar a esse novo método

Os pesquisadores da Universidade Monash, em Melbourne, encontraram uma forma reversível de impedir que os espermatozóides saiam junto com a ejaculação, sem afetar a função sexual.
Testes em animais mostraram que o esperma pode ser mantido "em estoque" durante a relação.
A busca por um anticoncepcional masculino até o momento se concentrou em pesquisar como os homens poderiam produzir espermatozóides não-funcionais.
Mas, alguns medicamentos usados com este objetivo também tinham efeitos colaterais considerados "intoleráveis", segundo Sabatino Ventura, um dos pesquisadores da Universidade Monash.
Estes medicamentos provocavam a infertilidade, mas também afetavam o apetite sexual ou causavam alterações permanentes na produção dos esperma.
A descoberta foi publicada na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences.

Estoque

Para chegar a este novo anticoncepcional masculino, os pesquisadores australianos tentaram uma abordagem diferente. Normalmente o esperma sai da "área de estoque" no canal deferente antes da ejaculação.
O grupo de pesquisadores produziu camundongos geneticamente modificados que não conseguiam expelir o esperma para fora do canal deferente.
"O esperma fica no local de estocagem então, quando o camundongo ejacula, não há esperma, ele é estéril", disse Ventura à BBC.
"É facilmente reversível e o esperma não é afetado, mas precisamos mostrar que podemos fazer isto em termos farmacológicos, provavelmente com dois medicamentos", acrescentou.
Até o momento o grupo de pesquisas fez com que os camundongos ficassem estéreis mudando o DNA dos roedores para que eles parassem de produzir duas proteínas necessárias para mover o esperma.
Agora, os cientistas precisam descobrir duas drogas que possam produzir o mesmo efeito. Eles acreditam que uma delas já foi desenvolvida e é usada há décadas em pacientes com crescimento benigno da próstata.
Mas, a descoberta do segundo medicamento necessário pode levar até uma década.
O processo descoberto pelos cientistas australianos também não é totalmente livre de efeitos colaterais. As proteínas que foram alteradas pelos cientistas têm um papel no controle dos vasos sanguíneos, então os efeitos colaterais poderão afetar a pressão e o batimento cardíaco.
Mas, pelo menos nos camundongos, a única alteração detectada foi uma queda "muito pequena" na pressão sanguínea. Também pode haver uma alteração no volume da ejaculação.
"É um estudo muito bom, quase como uma vasectomia biológica, que impede a saída do esperma", afirmou Allan Pacey, palestrante de andrologia na Universidade de Sheffield, na Inglaterra.

"É uma boa ideia, mas eles precisam continuar (com a pesquisa) e observar o que faz com as pessoas", acrescentou.



Fonte: BBC Brasil

Sobre as obras de unidades habitacionais paralisadas

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) encaminhou, durante o ano de 2013, ofícios a vários órgãos do governo federal pedindo uma solução e procedimentos aos Municípios que tiveram suas obras paralisadas com a intervenção no Banco Morada. Os ofícios foram enviados aos Ministérios das Cidades, Planejamento, Orçamento e Gestão, a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República e a Casa Civil.

Os Municípios que contrataram o Banco Morada como agente financeiro, após a intervenção do Banco Central (Bacen) no ano de 2011, tiveram suas obras  em andamento paralisadas. O fato ocorreu em mais de cem Municípios e no estado da Bahia, por exemplo, são mais de trinta Municípios nesta situação. Desde então, não houve celeridade por parte do governo em apresentar uma solução para a retomada das obras.

A CNM tem acompanhado ativamente a situação dos Municípios e reivindicado soluções do governo federal para a retomada das obras, por exemplo, em julho, o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, se reuniu com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, para tratar dos procedimentos e cobrar celeridade na retomada das obras.

Respostas
No dia 19 de novembro, em resposta a entidade, a Secretaria de Relações Institucionais, da Presidência da República assegurou que a minuta de portaria para a retomada das obras já foi aprovada pelo Ministério das Cidades. E que no momento, aguarda parecer dos Ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Fazenda responsáveis pela operacionalização financeira do programa.

De acordo com a minuta da portaria, existe a indicação de que os Municípios deverão firmar contratos com a Caixa Econômica Federal para a retomada das obras. A CNM explica, que os recursos aportados para a retomada as obras serão provenientes do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social.


Veja aqui o posicionamento da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República.

Fonte: CNM


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

MEC vai suspender o vestibular de mais de 200 cursos

Mais de 200 cursos de ensino superior devem ter os vestibulares suspensos no próximo ano, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Isso porque os cursos não obtiveram desempenho satisfatório nas avaliações do Ministério da Educação (MEC), pela segunda vez consecutiva. Além do vestibular suspenso, as instituições podem ser penalizadas com a redução no número de vagas nos cursos mal avaliados. No caso das faculdades privadas, elas deixarão de ser beneficiadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas parciais e integrais, e pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O MEC divulgou hoje (2) os dados gerais do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Os cursos são avaliados a cada três anos e recebem conceitos de 1 a 5. Os que obtiveram conceito 1 ou 2 em 2009 e em 2012 serão punidos. Neste ciclo, foram avaliados os cursos de humanidades: administração, ciências contábeis, ciências econômicas, design, comunicação social, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo e turismo. Os cursos superiores de tecnologia das áreas de gestão comercial, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais também foram avaliados.

O CPC mede a qualidade do curso, levando em consideração a nota do aluno concluinte, a infraestrutura, a organização didático-pedagógica, o regime de trabalho dos docentes e a proporção de mestres e doutores. No total foram avaliados 1.762 instituições de ensino superior e 8.184 cursos. Segundo os dados divulgados, em 2009, 27% dos cursos avaliados obtiveram conceitos 1 ou 2. Em 2012, a porcentagem caiu para 12%.

Mercadante atribui a melhora ao rigor do MEC na suspensão de vestibulares de cursos com conceito insatisfatório, aos estímulos dados pela pasta com bolsas de estudo e financiamento estudantil para as instituições consideradas satisfatórias, e à própria concorrência entre as instituições, que buscam um bom desempenho para atrair os alunos.

Nesse conceito, de 2009 para 2012, a proporção de cursos com a nota 1 passou de 0,6% dos cursos avaliados para 0,2%. No caso da nota 2, a proporção caiu de 26,4% para 11,8%. Aumentram também as proporções das notas 3 - de 39,8% para 48,4% - e 4 - de 10,5% para 21,7%. Os cursos com conceito 5, considerados de excelência, cresceram de 1,2% para 1,5%.

O IGC 2012 mostra o desempenho parcial da instituição em humanidades a partir dos conceitos obtidos pelos cursos que oferece. Foram avaliadas 2.171 instituições. O índice também apresentou avanço em relação a 2009. A porcentagem de instituições com desempenho 1 passou de 0,6% para 0,5%; com 2, passou de 32,1% para 16,7%. Foram consideradas satisfatórias, com índice 3, 57,8% das instituições em 2012, em 2009 eram 44,3%. Com 4, a porcentagem passou de 5,8% para 14,5%. As instituições de excelência, que obtiveram 5, caíram de 1,2% para 1,1%.


"Analisando o que aconteceu de 2009 para 2012, quando fechamos um ciclo de avaliação, houve uma importante melhora na qualidade dos cursos, uma grande concentração na nota 3 e na nota 4, que são os dois conceitos satisfatórios de curso e uma redução muito drástica das notas insatisfatórias", disse Mercadante.


Imagem ilustrativa

Fonte: Agência Brasil


Rio Grande do Norte terá radar meteorológico e cobrirá 80% do Estado

O radar meteorológico do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), órgão vinculado ao MCTI, instalado em Natal cobrirá cerca de 80% do estado do Rio Grande do Norte, incluindo a maior parte da região semiárida e a faixa litorânea. Integrado aos radares existentes em Quixeramobim e Fortaleza, no Ceará, vai garantir a cobertura de 100% do território estadual. As informações fornecidas pelos aparelhos permitirão monitorar os extremos de chuvas que provocam deslizamentos de solos e inundações. Também irão auxiliar no planejamento das atividades agrícolas e do abastecimento de água para a população e os animais. 
A governadora Rosalba Ciarlini e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Marco Antonio Raupp inauguraram o radar do Cemaden amanhã (2), na Base Aérea de Natal (RN). Este equipamento faz parte de um conjunto de nove aparelhos adquiridos pelo Centro para atender a uma das metas do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Alertas de Desastres Naturais, lançado em agosto de 2012. Outros oito radares começam a ser instalados neste mês em um cronograma que vai até maio de 2014.

Quatro serão implantados no Nordeste: em Natal (RN), Maceió (AL), Salvador (BA) e Petrolina (PE). Outros quatro serão destinados ao Sudeste: três em Minas Gerais (Almenara, São Francisco e Três Marias) e um no Espírito Santo (Santa Tereza). O Centro-Oeste será beneficiado com a instalação de um radar no Mato Grosso do Sul (Jaraguari).O investimento é de pouco mais de R$ 72 milhões.

Cobertura ampliada

Os radares meteorológicos adquiridos pelo Cemaden são capazes de realizar o monitoramento da atmosfera e obter informações detalhadas em um raio de até 400 km. Com as informações do radar e o uso de avançados programas de computador, o órgão irá melhorar o desempenho de suas previsões de curtíssimo prazo.Em razão disso, os alertas poderão ser enviados com mais horas de antecedência.

Antes do lançamento do Plano, a rede de radares meteorológicos instalados no país tinha 23 unidades em operação. Esta malha está sendo reforçada com os nove radares a serem instalados em regiões que ainda não eram monitoradas. Os aparelhos integram o sistema de prevenção e de alertas sobre condições climáticas extremas, sobretudo quando a chuva atinge áreas habitadas com risco de deslizamentos.

O contrato de aquisição dos nove radares do Cemaden foi assinado no final de 2012. O consórcio formado pela empresa alemã Selex Systems Integration (que tem mais de 300 radares instalados ao redor do mundo) e pela brasileira Engelétrica Sul, de Canoas (RS), venceu a licitação para fornecer e instalar os aparelhos. A operação e a manutenção dos radares serão realizadas pelo Cemaden, em parceria com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea/FAB).

Ainda como parte do Plano de Gestão de Riscos e Alertas de Desastres, o Cemaden já instalou oito pluviômetros – aparelhos que medem a quantidade de chuva – em áreas de risco de desastres no RN.Mais 21 desses aparelhos serão destinados ao estado ate o ano que vem. Atualmente a rede de pluviômetros do Cemaden tem 772 unidades instaladas nas cinco regiões do país.

Além dos pluviômetros, o RN também receberá 10 estações agrometeorológicas e 75 conjuntos sensores de umidade do solo. Esses equipamentos contribuem para analisar as condições climáticas ligadas à seca. Serão instalados na região semiárida e representam um investimento de cerca de R$ 2 milhões do governo federal.

Foco será no monitoramento e no alerta

Um dos objetivos estratégicos do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Respostas a Desastres Naturais é ampliar a rede de observação das condições climáticas no território brasileiro. O Plano possui quatro eixos de ações: prevenção, mapeamento; monitoramento e alerta; e reposta. A atuação do Cemaden está focada no monitoramento e alerta.

A principal função do órgão é acompanhar e analisar as informações climáticas, emitindo alertas para riscos de deslizamentos ou enxurradas aos órgãos de defesa civil. OCentro cruza informações hidrológicas, geológicas, meteorológicas e sociais, entre outras. Desde dezembro de 2011, o Cemaden emitiu 857 alertas em três graus de risco – moderado, alto e muito alto.


O Plano estabeleceu a meta de garantir, até 2014, o monitoramento de 821 municípios considerados prioritários por apresentarem maiores índices de inundações e deslizamentos de solo. Para alcançar esse objetivo, o Cemaden irá adquirir e instalar, até o final de 2014, além dos nove radares, 3.375 pluviômetros automáticos, 1.100 pluviômetros semiautomáticos, 286 estações hidrológicas,100 estações agrometeorológicas e 550 sensoresde umidade do solo.

Imagem: Base Aérea de Natal (RN

Fonte: Tribuna do Norte

Teste rápido de HIV deve ser vendido nas farmácias a partir de fevereiro

Para facilitar o diagnóstico do HIV e antecipar o tratamento de pessoas que podem desenvolver a aids, o Ministério da Saúde deve autorizar a venda, em farmácias, de um teste rápido para detectar o vírus, a partir de fevereiro de 2014. Produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o exame é feito em 20 minutos, com coleta de saliva pela própria pessoa, e deverá custar R$ 8.

A informação foi confirmada pelo diretor do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do ministério, Fábio Mesquita, durante evento ontem (1°), Dia Mundial de Luta contra a Aids, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o governo federal anunciou a antecipação do tratamento para pessoas com o HIV. Antes, somente pacientes com a doença desenvolvida recebiam medicamentos.

De acordo com o diretor, o teste rápido de HIV tem duas vantagens: “Uma delas é a confidencialidade. A pessoa vai à farmácia pega o teste e faz em casa, sem precisar ver um agente de saúde e dividir isso com ninguém. A segunda vantagem é a rapidez, não tem fila, não precisa ir ao posto, não precisa esperar o tempo que leva [para sair] o resultado de um exame normal”, esclareceu Mesquita.

Ao disponibilizar o teste rápido de HIV, vendido na internet por um laboratório americano por cerca de R$ 160, o ministério pretender iniciar o tratamento mais cedo e melhorar a qualidade de vida de pessoas com HIV, além de reduzir em cerca de 96% o risco de contágio, principalmente para parceiros fixos ou durante a gestação, quando o vírus pode passar da mãe para o bebê.

Dados do ministério apontam que cerca de 150 mil pessoas, de um total de 700 mil estimadas com a doença, não sabem que têm o vírus HIV. No Brasil, embora a prevalência de pessoas convivendo com o vírus seja considerada baixa para o conjunto da população (0,4%), a infecção é alta entre meninas entre 14 e 19 anos e meninos gays, de acordo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.


Segundo Padilha, grande parte dos casos de detecção de HIV em meninas ocorre durante o pré-natal. “Nessa faixa etária tem muita gravidez na adolescência, em situação vulnerável, por isso, descobrimos mais meninas que homens [com o vírus]”, disse. “Elas engravidam já infectadas”, reforçou. Os jovens são público-alvo da campanha contra a aids lançada ontem (1°).



Da Agência Brasil

domingo, 1 de dezembro de 2013

IFRN: Gabarito preliminar do exame de seleção


O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou na noite de hoje (1) o gabarito preliminar e as provas do processo seletivo para os cursos técnicos integrados do Instituto. O resultado final dia 6 de fevereiro de 2014.

Concurso público de Goianinha/RN: Resultado Final



O resultado final pode ser consultado AQUI

Blog Santo Antonio Oficial: Nova logomarca


Concurso público: Polícia Federal abre inscrições para 566 vagas

A Polícia Federal abriu neste domingo (1º) as inscrições do concurso público para 566 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 3.316,77 a R$ 5.081,18.

Os cargos de nível superior são para administrador (curso superior de bacharelado em administração), arquivista (curso superior de bacharelado em arquivologia), assistente social (curso superior de bacharelado em serviço social), contador (curso superior de bacharelado em ciências contábeis e ou ciências atuariais), psicólogo (curso superior de bacharel em psicologia). Esses cargos têm salário de R$ 4.039,32.

Os outros cargos de nível superior são de engenheiro civil (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia civil), engenheiro eletricista (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia elétrica), engenheiro mecânico (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia mecânica). Os cargos de engenheiro têm salário de R$ 5.081,18.
O cargo de nível médio é de agente administrativo. O salário é de R$ 3.316,77.
As 32 vagas de nível superior são para o Distrito Federal. As 534 vagas de nível médio são para todas as unidades da Federação – 274 são para o Distrito Federal.

A seleção será realizada em etapa única: provas objetivas para todos os cargos e prova discursiva para cargos de nível superior.
As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 16 de fevereiro de 2014, no turno da manhã. As provas objetivas para os cargos de nível médio terão a duração de 4 horas e serão aplicadas na mesma data, no turno da tarde.

Na data provável de 7 de fevereiro de 2014, será publicado no "Diário Oficial da União" e divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.
As provas e a perícia médica serão realizadas no estado da Federação no qual o candidato optou pelo cargo.
As provas objetivas e a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência, para os cargos de nível médio, serão realizadas nas 26 capitais dos estados da Federação e no Distrito Federal. As provas objetivas, a prova discursiva e a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência, para os cargos de nível superior, serão realizadas somente em Brasília/DF.

As disciplinas de conhecimentos básicos para agente administrativo são língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional. As disciplinas de conhecimentos específicos são noções de administração pública, noções de administração financeira e orçamentária, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e legislação aplicada à Polícia Federal.

Os últimos concursos para os cargos foram realizados em 2004 e organizados pelo Cespe/UnB. Para agente administrativo foram 276.060 inscritos para 1.244 vagas (média de 221,91 por vaga). Para administrador foram 1.850 inscritos para 35 vagas (52,86 por vaga). Para arquivista foram 230 inscritos para 10 vagas. Para assistente social foram 844 para 19 vagas (44,42). Para contador foram 677 para 16 vagas (42,31 por vaga). As carreiras de engenharia e psicologia ofereceram vagas em várias áreas.


As inscrições devem ser feitas no site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo de 1º a 23 de dezembro. As taxas são de R$ 60 para nível médio e de R$ 70 para nível superior.

As 32 vagas de nível superior são para o Distrito Federal.  As 534 vagas de nível médio são para todas as unidades da Federação


Fonte: G1.COM

Imagem ilustrativa